As obras de uma nova adutora de água tratada, com 2,8 mil metros de extensão nas avenidas Nereu Ramos e  Eugênio Krause, em Penha, vão melhorar a distribuição de água tratada aos moradores do município e contribuir para a solução de problemas crônicos de desabastecimento nas pontas de rede.  Eric Wormann Maffazzioli, gestor técnico da Águas de Penha, explica que a obra proporcionará uma melhor distribuição das pressões no sistema, diminuindo onde ela é superior à ideal e transferindo para onde é deficitária, o que trará maior estabilidade e regularização do abastecimento em momentos de elevado consumo. Os locais mais beneficiados serão a Armação, Praia Grande e Gravatá.

 Outro beneficio que a obra proporcionará, conforme Eric, é a diminuição das perdas do sistema. “Devido ao equilíbrio das pressões, teremos uma diminuição das perdas de água. Onde é muito elevada, elas são maiores”, pontua o gestor. Segundo ele, transferindo a pressão para áreas deficitárias, conseqüentemente terá maior volume de água disponibilizado à população.

 A obra, no entanto, é apenas mais uma das diversas que serão realizadas ao longo de 2018 no sistema de abastecimento e não vai resolver sozinha os problemas  de abastecimento do município. “Ela faz parte de um pacote mais amplo”, lembra Eric. Dos 2.800 metros previstos de extensão, a obra atingiu recentemente 2.000 mil metros.